Gelson Oliveira Sociedade de Advocacia Gelson Oliveira

+55 (71) 3022-9011 | (71) 99351 6644 (WhatsApp)
Menu

Olhar social

Para mudar o mundo é preciso pensar no próximo. Perceber que tudo que queremos para nós e para nossa família, o outro também quer. É se colocar no lugar da outra pessoa, sentindo suas experiências como se fossem nossas. A chave para um mundo melhor, passa pela capacidade que nós temos de reconhecer os sentimentos, desejos e necessidades nossas e dos outros.

No livro “A riqueza das nações”, Adam Smith afirma que: “Por mais egoísta que se possa admitir que seja o homem, é evidente que existem certos princípios em sua natureza que o levam a interessar-se pela sorte dos outros e fazem com que a felicidade destes lhes seja necessária, embora disso ele nada obtenha que não o prazer de a testemunhar”.

Assim, no momento que passo a incorporar na vida atitudes que configuram gentileza, carinho, respeito e cooperação, automaticamente me predisponho a ser um indivíduo mais altruísta.

E com isso não só o outro ganha, mas todos, principalmente eu. Pensando assim, é que temos dedicado parte do nosso tempo, recurso e conhecimento à investir no próximo. Acreditamos que assim procedendo, estamos contribuindo para um mundo melhor em todos os aspectos.

Cremos que, conforme a bíblia diz, devemos fazer o bem a qualquer pessoa independente de cor, raça, religião, despidos de prejulgamentos e preconceitos.

Deste modo, começamos em 2006 a desenvolver com o GRUPO DE ACOLHIMENTO AOS PRESOS E EGRESSOS DO NORDESTE – GAPENE, um trabalho baseado na ressocialização de presos e egressos na cidade de Salvador e Região Metropolitana. Hoje, somos responsáveis por um projeto de ressocialização no Modulo 2 do Complexo Penitenciário da Mata Escura. Tal projeto é composto de sete fases que buscam alcançar não só o preso, como também sua família.

Em quase um ano de implantado, estamos na fase três do projeto e estaremos utilizando este espaço para, de forma bem clara, explicar cada uma dessas fases desenvolvidas bem como o andamento do mesmo.

Conto com sua ajuda critica e sugestões.

Abraço e até breve